ANGELICA CHINESA - Fitoterapia

Anonim

fitoterapia

fitoterapia

Fitoterapia: plantas de A a Z

Leia as descrições das plantas ALOE ALTEA ABACAXI ANGELICA anis chinês VERDE DO DIABO CLAW (Harpagophytum) bardana Biancospino BOSWELLIA MARIGOLD camomilla Carciofo cardo de leite CASCARA CENTELLA cimicifuga TURMERIC EQUINÁCEA ELEUTHEROCOCCUS Elicriso ENOTERA ESCHOLTZIA EUCALIPTO EUGENIA CARYOPHILLATA (CLOVE) FICO Fennel Frangula FUCO (ALGA BRUNA MARINA) GARCINIA GENZIANA GIMNEMA GINkgO GINSENG GLUCOMANNAN GRINDELIA GUARANÀ HIPERICINA CAVALO CASTANHO LIQUORICE MALVA MANNA MELALEUCA (ÓLEO DE ÁRVORE DE CHÁ) MELISSA BLUEBERRY BLUEBERRY BLUEBERRY AMERICAN RED CRYCNAUS TUSCANA PRINCIPAL
  • Leia as folhas de dados da planta
  • ALOE
  • ALTEA
  • ABACAXI
  • ANGELICA CHINESA
    • Planta e uso tradicional
    • eficácia
    • Uso seguro
    • Dicas e recomendações
  • ANIS VERDE
  • GARRA DO DIABO (ARPAGOFITO)
  • bardana
  • HAWTHORN
  • BOSWELLIA
  • MARIGOLD
  • camomilla
  • ARTICHOKE
  • CARDO MARIANO
  • CASCARA
  • CENTELLA
  • Cimicifuga
  • TURMERIC
  • EQUINÁCEA
  • ELEUTHEROCOCCUS
  • Elicriso
  • Prímula
  • ESCHOLTZIA
  • EUCALIPTO
  • EUGENIA CARYOPHILLATA (PREGOS DE CRAVO)
  • FICO
  • FENNEL
  • espinheiro
  • FUCO (ALGA BRUNA MARINA)
  • GARCINIA
  • GENZIANA
  • Gymnema
  • ginkgo
  • GINSENG
  • GLUCOMANNANO
  • grindelia
  • GUARANA
  • IPERICO
  • CASTANHA
  • Liquirizia
  • MALLOW
  • MANÁ
  • MELALEUCA (ÓLEO DE ÁRVORE DE CHÁ)
  • MELISSA
  • BLACK BLUEBERRY
  • AMERICANA VERMELHA (AMENDOIM)
  • PAIXÃO
  • PROPOLI
  • psyllium
  • RIBES
  • SALGUEIRO
  • SENNA
  • serenoa
  • SOJA
  • tanásia
  • CHÁ VERDE
  • LIME
  • TIMO
  • Uncaria
  • URSINA UVAS
  • VALERIANA
  • GINGER

ANGELICA CHINESA

Voltar ao menu


Planta e uso tradicional

Angélica chinesa é uma erva perfumada e perene pertencente à família Apiaceae; a parte ativa constituída principalmente por um óleo essencial é obtida a partir de suas raízes dissecadas. Na medicina popular, é usado para distúrbios menstruais e da menopausa, mas também para distúrbios digestivos e ejaculação precoce.

Voltar ao menu


eficácia

Não há estudos científicos para apoiar as ações comumente atribuídas à angélica e para as quais ela é comumente tomada.

Voltar ao menu


Uso seguro

O medicamento está presente nas monografias da Organização Mundial da Saúde (OMS), que não menciona efeitos colaterais específicos.

Voltar ao menu


Dicas e recomendações

Não dê a crianças, grávidas e lactantes; o uso também não é recomendado em pacientes que sofrem de diarréia, distúrbios de coagulação, menstruação abundante e naqueles que seguem terapias anticoagulantes.

Voltar ao menu