O que é a toxina botulínica - dermatologia e estética

Anonim

Dermatologia e estética

Dermatologia e estética

Toxina botulínica em estética

O que é toxina botulínica Indicações Contra-indicações absolutas Complicações de intervenção
  • O que é toxina botulínica
  • indicações
  • Contra-indicações absolutas
  • intervenção
  • complicações

O que é toxina botulínica

A toxina botulínica é uma neurotoxina produzida em condições anaeróbias (ou seja, na ausência de oxigênio) pelo Clostridium botulinum, responsável pelas toxinas do botulismo. Produz sete tipos de toxinas (A, B, C1, D, E, F, G), que executam sua ação bloqueando a liberação pré-sináptica de acetilcolina e, assim, impedindo a transmissão nervosa.

A toxina tipo A, utilizada por razões estéticas, é a mais poderosa: é produzida em laboratório, purificada e utilizada no tratamento de doenças como blefaroespasmo ou hiperidrose (transpiração excessiva); em tempos mais recentes, também tem sido utilizado para o tratamento estético de rugas na parte superior da face. A toxina funciona relaxando os músculos faciais responsáveis ​​pela formação de rugas, de modo a suavizar a pele subjacente e dar ao rosto uma aparência mais natural e relaxada. Os músculos afetados pela toxina sofrem paralisia flácida temporária; a nova transmissão nervosa é restaurada em um tempo variável (mínimo de 3 meses), obtendo reversibilidade completa da função da placa neuromuscular. A dose letal é de aproximadamente 40 unidades internacionais (UI) por quilograma de peso corporal (correspondendo a aproximadamente 25 a 30 frascos de toxina botulínica A).

Voltar ao menu