Respiração - Ajudando um membro da família

Anonim

Ajudando um membro da família

Ajudando um membro da família

respirar

A necessidade de respirar Detectando o ritmo respiratório O ambiente Oxigenoterapia Aerossol Gotas nasais Exercícios respiratórios: dispneia e ansiedade Traqueostomia e respiração Fumo: favorecendo sua cessação
  • A necessidade de respirar
  • Detectar a frequência respiratória
  • o ambiente
  • oxigenoterapia
  • Terapia de aerossol
  • Gotas nasais
  • Exercícios respiratórios: dispneia e ansiedade
  • Traqueostomia e respiração
  • Tabagismo: favorecendo sua cessação

A necessidade de respirar

A atividade respiratória é uma ação involuntária que permite absorver o oxigênio necessário para os processos fundamentais do corpo e expulsar o que não é mais necessário (dióxido de carbono); consiste em duas fases: inspiração e expiração. Durante a fase inspiratória, o ar é introduzido nos pulmões, enquanto na fase expiratória é eliminado. Por ser um ato involuntário, não é necessária a participação ativa do indivíduo, mas em alguns casos é possível aumentar sua atividade (hiperventilação). Existem muitas patologias que afetam a árvore respiratória (asma, enfisema, pneumonia, para citar apenas algumas) e todas são capazes de afetar a oxigenação de várias maneiras; em alguns casos, podem desencadear ou amplificar estados emocionais bastante desagradáveis, como ansiedade, ou levar, em formas graves, à confusão mental. Conhecer alguns conceitos fundamentais é essencial para poder se desembaraçar nos momentos em que a agitação assume o controle, tanto no doente como em parentes ou amigos que trabalham no cuidado.

Voltar ao menu